Notícia publicada em 08/11/2019 | 18:37

O papel da governança na conservação da zona costeira

A Conferência Brasileira de Mudança do Clima reuniu, nesta sexta-feira, 8/11, às 14h, no auditório da Secti, Bairro do Recife Antigo, os professores Clemente Coelho Júnior, da UPE, Mauro Maida, da UFPE, além da diretora da Agência GiZ , Dörte Segebart, no painel “Estratégias para a governança integrada dos oceanos das zonas costeiras e boas práticas de adaptação marinha”, que contou com a mediação de Fábio Pedrosa, professor da Universidade de Pernambuco. 

 

Durante o encontro, foi apresentada a ação de governança na região da Costa dos Corais, entre Pernambuco e Alagoas, apoiada pelo Projeto TerraMar; o papel da sociedade civil na conservação ambiental, através dos colegiados locais; além dos projetos voltados para a conservação dos ecossistemas manguezal e recifes de coral.

Mauro Maida, pesquisador do departamento de oceanografia da UFPE, ressaltou a importância dos recifes de coral na proteção da costa, que já sofre com o impacto da elevação do mar frente às mudanças no clima. Para ele, “os estudos de 20 anos mostram a alta capacidade de resiliência desses ambientes naturais. Com boa governança e implantação de estratégias de uso sustentável, é possível reverter o quadro de degradação atual”.

Texto: Flávia Cavalcanti
Fotos: Semas/PE