Notícia publicada em 06/07/2018 | 11:03

Semas media painel sobre semiárido na Conferência Encontro das Águas

O Gerente de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Paulo Teixeira, participou ontem (05/07), no Espaço SinsPire Arsenal, no Bairro do Recife, da 1ª Conferência Encontro das Águas, uma iniciativa do Sinspire, em parceria com entidades e empresas públicas e privadas, realizada com o objetivo de conectar pessoas, empresas, culturas para debater as oportunidades e desafios em prol da água.


O gerente da Semas mediou o painel “O desafio de reduzir a pobreza e estimular o desenvolvimento sustentável no semiárido”, que contou com as presenças de João Recena, representante da TPF Engenharia, e do Deputado Federal Tadeu Alencar (PE). Para Paulo Teixeira, é  enorme o potencial das energias renováveis no semiário:“Dados do Atlas Eólico e Solar de Pernambuco apontam o potencial de energia do estado que chega a 100 giga-watts (GW) de energia eólica e 1.200 GW de energia solar. Além disto, destaco também a importância dos estudos realizados pelo Núcleo de Bioprospecção da Caatinga (NBioCaa/INSA), coordenados pela professora Márcia Vanusa, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que indicam o potencial bioativo da flora da Caatinga, com ênfase para as suas propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes e antitumorais”.


O diretor da TPF engenharia, João Recena, defendeu “a necessidade de se trabalhar a inovação para o semiárido” e deu como exemplo as ações voltadas para os agricultores familiares, em modelo de condomínio, instaladas em áreas descartadas pelos projetos de irrigação do Vale do São Francisco.


Já o Deputado Tadeu Alencar alertou que o tema escassez de água está cada vez mais na ordem do dia. De acordo com ele, “dados da ONU indicam que 18%, ou cerca de 1 milhão de pessoas, não têm acesso a água potável no Planeta”. Alencar defendeu “uma ética republicana para a política: Precisamos buscar políticas públicas que melhorem as condições de vida da população do semiárido”.


O evento é o primeiro de um Ciclo de Encontros Para a Sustentabilidade e faz parte das ações que visam fomentar *os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável* (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Nesta edição, os especialistas apresentaram propostas para fortalecer o debate sobre a implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 6 – Água Potável e Saneamento, com base na Agenda 2030.


Estiveram presentes à Conferência o Secretário Estadual de Meio Ambiente, Carlos Cavalcanti, o CEO da INOVSI, Sérgio Xavier, o Diretor Presidente da CPRH, Eduardo Elvino, além da gerente da área de comunidades tradicionais da Semas, Bernadete Lopes e convidados.


Texto: Flávia Cavalcanti
Fotos: Flávia Cavalcanti e Gilvan Oliveira